Torcedor 'brigão' do Vasco é liberado três meses após confusão em Joinville

Leone Mendes da Silva, flagrado durante a briga com uma barra de ferro. A justiça liberou nesta quarta-feira dois dos torcedores do Vasco que participaram da briga generalizada na Arena Joinville no jogo entre Vasco e Atlético-PR, pelo Brasileirão, há três meses. Um deles é Leone Mendes da Silva, flagrado durante a briga com uma barra de ferro. O segundo é Arthur Barcelos Lima Ferreira. Eles estavam presos na Penitenciária Industrial de Joinville, em Santa Catarina, e estão sendo julgados pelos crimes de homicídio simples, furto e dano qualificado.

Ambos responderão aos processos em liberdade, porém com algumas restrições. Não podem ausentar-se por mais de oito dias da Comarca onde reside o processo sem autorização judicial, além da obrigatoriedade de manter o endereço de residência sempre atualizado e manter distância de 500 metros de eventos esportivos. Leone e Arthur deverão ainda apresentar-se na delegacia duas horas antes e duas horas depois de jogos do Vasco, estando proibidos de participar de torcidas organizadas.

Postar um comentário

0 Comentários