Carlos Alberto entra na Justiça contra o Vasco cobrando cerca de R$ 9 milhões; Prass e Alecsandro tem valores a receber e não descartam cobrança judicial.

Carlos Alberto entra na Justiça contra o Vasco

Carlos Alberto cansou de esperar. Após aguardar quase um ano pelo cumprimento de um acordo firmado com o Vasco, o jogador entrou na sexta-feira passada com um processo contra o ex-clube. Na ação iniciada na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, o apoiador cobra cerca de R$ 9 milhões, resultado do não pagamento de um ano de direitos de imagem, salários e FGTS, entre outras obrigações.

Quando ainda era atleta do Vasco, em 2013, Carlos Alberto firmou um acordo com o clube para o parcelamento dos direitos de imagem, em tratativa similar à feita na época com jogadores como Eder Luis e Wendel. No entanto, segundo os advogados que o defendem, o meia recebeu somente 25% de uma das parcelas.

O valor estimado em R$ 9 milhões também inclui multas relativas ao não pagamento a Carlos Alberto, que deixou o Vasco em agosto do ano passado, quando seu contrato chegou ao fim. Atualmente, o apoiador defende o Goiás.

Tudo indica que Carlos Alberto deve ser somente o primeiro de alguns ex-jogadores do clube que devem acionar o Vasco na Justiça. O goleiro Fernando Prass (Palmeiras) e o centroavante Alecsandro (Flamengo), que têm a receber cerca de R$ 5 milhões cada, podem dar início em breve a outros processos trabalhistas. Ambos também reclamam o não cumprimento de acordos estabelecidos no ato da rescisão de contrato, no fim de 2012. Wendel, atualmente no Sport, também cobra uma dívida calculada em R$ 6 milhões.

Fonte: GloboEsporte.com

Postar um comentário

0 Comentários