De uma decisão a outra: em dez anos, preço de Fla e Vasco é quase 27 vezes maior

De uma decisão a outra: em dez anos, preço de Fla e Vasco é quase 27 vezes maiorDez anos depois, Flamengo e Vasco se reencontram em uma final de Campeonato Carioca com diversas mudanças. Mas a principal delas atinge o bolso do torcedor. No panorama atual de país da Copa do Mundo, recheado de arenas milionárias, os preços dos ingressos tiveram um salto estrondoso: de um mínimo de R$ 3 em 2004 para R$ 80 em 2014. Ou 26,6 vezes maior. E a inflação do período foi completamente ignorada pelos dirigentes.

De acordo com calculadora presente no site do Banco Central para reajuste de valores de acordo com o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), o preço mínimo de R$ 3 deveria ter saltado, no máximo, para R$ 5,48. O valor mais caro da decisão de 2004, R$ 50 pela cadeira especial, seria atualmente de R$ 91,28. Pelos valores atuais, com um processo de elitização a pleno vapor, o setor mais caro da final de 2014, o Maracanã Mais, custa a bagatela de R$ 300.

Ainda com o preço médio de cada decisão, a diferença fica evidente e o prejuízo do torcedor não diminui. Em 2004, o valor era de R$ 16,60. Neste ano, ele salta para R$ 155. Quase dez vezes superior. Em 2004, o primeiro jogo da final, em 11 de abril, teve 57.762 pagantes, com renda de R$ 651.864,50. Na finalíssima, no dia 18 de abril, foram 74.444 pagantes, com renda de R$ 740.195,00.

Apenas no primeiro dia de vendas para a segunda partida da decisão de dez anos atrás, foram vendidos 50 mil ingressos. Até esta quinta-feira, cerca de 6.500 ingressos tinham sido vendidos para a decisão de domingo. O bolso, pelo visto, reclama.(ESPN)

Postar um comentário

0 Comentários