Diretoria vence queda de braço com técnico e Reginaldo deixará o Vasco

Diretoria vence queda de braço com técnico e Reginaldo deixará o VascoReginaldo não seguirá no Vasco após o fim do seu contrato, no dia 17 de junho. A decisão partiu da diretoria, que não estava satisfeito com o futebol apresentado pelo atacante no período em que esteve no clube. O técnico Adílson Batista, por outro lado, depositava confiança no atleta e pedia a renovação do vínculo.

O Vasco estava inclinado a ceder ao pedido do treinador, mas o caso sofreu uma reviravolta nas últimas semanas, quando jovens promovidos da categoria de base entraram no time e corresponderam, casos de Yago e Marquinhos. Além disso, o clube contratou duas apostas para o setor, Rafael Silva e Guilherme Biteco, que terão mais oportunidades até o fim da temporada.

Além desses atletas, o Vasco ainda conta com Edmilson e Thalles, que são uma realidade no ataque e têm correspondido positivamente. Assim, Reginaldo ficou sem espaço no elenco na visão da diretoria, que decidiu não renovar com o atacante, apesar de não comentar o assunto abertamente.

Reginaldo, inclusive, sequer participou dos últimos treinamentos com o elenco do Vasco. A última vez em que ele foi escalado foi o jogo contra o Treze, pela Copa do Brasil. Por conta disso, o empresário do atleta já iniciou uma busca no mercado para ser a próxima casa do atacante na temporada.

Contratado no ano passado, o jogador teve pouquíssimas chances em 2013. Já na atual temporada, o técnico Adilson Batista apostou no atleta, que fez dupla de ataque de sucesso com Edmilson no Campeonato Carioca. Sem agradar a diretoria, Reginaldo espera o fim do seu contrato para deixar o Vasco, por onde jogou 24 partidas e marcou três gols.

UOL

Postar um comentário

0 Comentários