Flamengo joga muito mal, é castigado no fim e só empata com o Bahia

O drama do Flamengo no Campeonato Brasileiro continua. E na noite desta quarta-feira o resultado negativo foi contra o Bahia, no Moarcyrzão, em Macaé. O empate por 1 a 1 foi um verdadeiro balde de água fria, já que o Rubro-Negro vencia até os últimos minutos e viu os três pontos escaparem pelas mãos de maneira muito infantil. Paulinho abriu o placar ainda no primeiro tempo, mas Anderson Talisca deixou tudo igual.

O Flamengo permanece entre os piores colocados da competição. A equipe de Ney Franco soma apenas cinco pontos, ficando provisoriamente em 16ª. O Bahia, por sua vez, aparece em oitavo.

Fla e Bahia fizeram 'jogo duído' e só empataram em Macaé
Fla e Bahia fizeram ‘jogo duído’ e só empataram em Macaé

Buscando recuperação na competição até a parada para a Copa do Mundo, que acontecerá na 9ª rodada, o Flamengo vai enfrentar o Santos, no próximo domingo, no Morumbi. No sábado, o Bahia recebe o Fluminense, na Arena Barueri, em São Paulo.

FLA APROVEITA ÚNICA CHANCE E MARCA

Pressionado pelas últimas duas derrotas no Campeonato Brasileiro, o Flamengo começou nervoso o duelo contra o Bahia. Com vários erros de marcação, quase viu Anderson Talisca abrir o placar aos oito minutos, mas acabou saindo vitorioso no primeiro tempo. Isso porque aos 10 minutos Everton ganhou boa jogada na linha de fundo e cruzou para Paulinho, de cabeça, abrir o placar: 1 a 0.

Jogadores do Fla comemoram gol anotado por Paulinho no 1º tempo
Jogadores do Fla comemoram gol anotado por Paulinho no 1º tempo

Não que o Rubro-Negro tenha feito um bom primeiro tempo. Longe disso. Tirando a chance que Paulinho colocou no fundo das redes, o Fla não criou praticamente nada. Foi, inclusive, pressionado em determinados momentos e Felipe foi obrigado a fazer pelo menos duas boas defesas. No geral, venceu, nos primeiros 45 minutos, o time que aproveitou a chance que teve, porque bom futebol quase não foi visto.

ESPETÁCULO FRACO E CASTIGO NO FIM

Quem esperava um Flamengo mais relaxado e comandando o segundo tempo se enganou. O time comandado por Ney Franco se fechou demais e foi pressionado durante boa parte dos 45 minutos finais. Aos 33 minutos, inclusive, Maxi Bianccuchi perdeu gol muito fácil que poderia ter dado o empate ao Tricolor Baiano naquele momento. Não fez falta.

Quem não quer jogar, normalmente acaba se dando mal. E foi o que aconteceu com o Flamengo. No fim do jogo, já aos 46 minutos do segundo tempo, Anderson Talisca fez, a partir de falta mal marcada, o empate. No geral, o resultado foi justo já que o Rubro-Negro abdicou de jogar no segundo tempo.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 1 BAHIA

Local: Moacyrzão, em Macaé (RJ)
Data-Hora: 21/5/2014 – 19h30
Árbitro: Gilberto Rodrigues Junior (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Elan Vieira de Souza (PE)
Público/renda: 9.614 pagantes / R$ 235.990,00
Cartões amarelos: Alecsandro, Everton e Elano (FLA)

GOLS: Paulinho, 10’/1ºT (1-0); Anderson Talisca, 46’/2ºT (1-1)

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Cáceres (Arthur, aos 20’/2ºT), Márcio Araújo, Elano (Amaral, aos 12’/2ºT) e Everton; Paulinho (Negueba, 34’/2ºT) e Alecsandro. Técnico: Ney Franco.

BAHIA: Marcelo Lomba, Railan, Demerson, Titi e Pará (Henrique, aos 26’/2ºT); Rafael Miranda, Fahel, Hélder (Guilherme Santos, aos 11’/2ºT) e Branquinho (William Barbio, aos 11’/2ºT), Anderson Talisca e Maxi Bianccuchi. Técnico: Marquinho Santos

Lance

Postar um comentário

0 Comentários