Presidente diz que Ney avalia reforços e pede calma por novo diretor no Fla

Presidente do Fla Eduardo Bandeira de Mello
Presidente do Fla Eduardo Bandeira de Mello

Presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello está tranquilo em meio ao turbilhão enfrentado nos bastidores após a demissão do técnico Jayme de Almeida e a contratação de Ney Franco. O mandatário passou ao novo treinador a avaliação sobre a necessidade de reforços e demonstrou calma para a contratação de um novo diretor executivo.

“Acredito que o elenco precise de alguns nomes, mas vamos aguardar a avaliação do Ney Franco. Só iremos atrás depois que ele disser as nossas necessidades. E não vamos iludir a torcida. Não posso prometer nada. Volto a falar: contrataremos nomes que estão dentro da nossa realidade financeira”, afirmou, durante um evento com participação de Pelé, nesta quinta-feira, em um shopping da zona oeste do Rio de Janeiro.

Para a vaga de Paulo Pelaipe, o Rubro-negro estuda nomes como os de Rodrigo Caetano, Felipe Ximenes e Alexandre Mattos no cargo de diretor executivo. Entretanto, o posto só deve ser ocupado durante a pausa para a disputa da Copa do Mundo.

“Estamos avaliando e pensando bastante nas possibilidades. Mas não falamos em nomes ou conversamos com alguém. Não temos qualquer tipo de pressa no momento”, comentou Bandeira.

Por fim, o presidente aproveitou para afastar os boatos de enfraquecimento do vice de futebol Wallim Vasconcellos. Nos bastidores da Gávea, comentários de que o mesmo seria substituído por Plínio Serpa Pinto aumentaram consideravelmente nos últimos dias.

“Não há chance de o Wallim deixar o comando do futebol. As mudanças sempre podem ocorrer em qualquer lugar, mas asseguro que não temos nenhuma ideia de mudar algo agora”, encerrou. (UOL)

Postar um comentário

0 Comentários