Ex-gordinho, goleiro Gabriel Felix dribla balança e dobra esperança no gol do Vasco

Gabriel Felix dribla balança e dobra esperança no gol do VascoApós o calvário no gol em 2013, Martín Silva foi uma solução emergencial para ajudar a garantir o retorno do Vasco à elite. Reserva de sua seleção na Copa, o uruguaio de 31 anos tem contrato até janeiro de 2016 e antecede uma safra que vista com enorme esperança em São Januário. Lapidado com cuidado, Gabriel Felix é a bola da vez, já que muitos dizem que é tecnicamente superior e passará Jordi pela maturidade que vem mostrando nos treinos com os profissionais.

O fato é que o trabalho realizado na posição nas categorias de base está perto de alcançar seu objetivo, depois de insucessos com nomes como Cestaro, Gott, Adilson, Conrado e Diego. A parceria entre Marcelo Pires, preparador dos juniores, Carlos Germano e Márcio Cazorla rendeu dois frutos e tem tudo para deixar a torcida, carente desde Helton e com longo histórico de ídolos, novamente orgulhosa da cria. Na campanha fraca do time de Sorato no Carioca sub-20, Gabriel, de 19 anos, brilhou sozinho. Virou capitão, referência em campo e assegurou algumas vitórias. Imediatamente após a competição, teve seu vínculo estendido também até 2016.

– Em conjunto com o Germano e o Márcio, temos um projeto para desenvolver em curto tempo um goleiro titular para o Vasco. Procuramos no mercado, demos todo o apoio e achamos os dois. O Gabriel teve falhas, passou por dificuldades, mas viemos lapidando e virou um líder no campo. A eficiência e a presença dele são impressionantes. Está mais centrado também, porque antes ele se cobrava muito, e tivemos até de indicá-lo para um trabalho psicológico – revelou Marcelo Pires, ex-goleiro do Bangu e outros clubes pequenos entre a década de 90 e os anos 2000.(Globo Esporte)

Postar um comentário

0 Comentários