Esposa de Bruno diz ter esperança do goleiro retornar logo aos gramados.

Condenado pela Justiça de Minas, em março de 2013, a 17 anos e 6 meses em regime fechado por homicídio triplamente qualificado na morte da modelo Eliza Samúdio (por motivo torpe, asfixia e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima), a outros três anos e três meses em regime aberto por sequestro e cárcere privado e ainda a mais um ano e seis meses por ocultação de cadáver, o goleiro Bruno, ex-Flamengo, recebeu a visita da mulher Ingrid Calheiros. É a primeira após a transferência para o Norte de Minas. A pena foi aumentada porque o goleiro foi considerado o mandante do crime, e reduzida pela confissão do jogador.(Globo Esporte)

Bruno está preso desde julho de 2010
Bruno está preso desde julho de 2010

Postar um comentário

0 Comentários