Flamengo desembarca no Rio sob escolta policial

Parte da delegação do Flamengo desembarcou na manhã desta segunda-feira(21/07/2014) no Aeroporto Antônio Carlos Jobim, o Galeão, no Rio de Janeiro após a goleada de 4×0 sofrida para o Inter ontem à tarde no Beira Rio. Jogadores e comissão técnica do Flamengo foram hostilizados por cerca de 20 integrantes de uma facção organizada no momento do desembarque. Os principais alvos do protesto foram o goleiro Felipe e o técnico Ney Franco, que foi bastante ofendido.

Para garantir o desembarque foi montado um esquema especial de segurança. Homens do batalhão de turismo e grupamento especial de policiamento em estádio- GEEP fizeram um cordão de isolamento para que jogadores e comissão técnica pudessem passar sem nenhum tipo de agressão. O objetivo era evitar que algum outro atleta rubro-negro sofresse agressões, como aconteceu ainda em Porto Alegre com o lateral esquerdo Andre Santos. Sobre este caso, o Flamengo publicou um nota oficial no site do clube, repudiando os atos de violência contra o jogador.

Felipe Ximenes saiu do aeroporto sem dá declarações
Felipe Ximenes saiu do aeroporto sem dá declarações

O diretor executivo de futebol do Flamengo Felipe Ximenes saiu do aeroporto sem dá declarações, entretanto os integrantes das torcidas organizadas conseguiram um reunião ainda no aeroporto com o lateral direito Leonardo Moura, capitão do time. O encontro durou cerca de 20 minutos e ocorreu à portas fechadas. O teor da conversa não foi divulgado.

Postar um comentário

0 Comentários