Ídolo do Vasco, Edmundo polemiza ao falar sobre goleada da Alemanha

O ex-atacante Edmundo não mediu palavras para criticar a goleada humilhante sofrida pela Seleção Brasileira na noite desta terça-feira (8), para Alemanha. Durante entrevista ao programa “Aqui é Nossa casa”, da Rádio Globo, Edmundo disse que se estivesse em campo, pelo seu comportamento explosivo quando era jogador, não deixaria por menos.

“Se eu fosse jogador provavelmente daria uma porrada ou seria expulso. Sei lá, daria um jeito de a partida terminar. É muita falta de organização contra a seleção mais organizada da Copa. Felipão errou em tudo. Os alemães ficaram com pena, demoraram a acreditar que poderiam aplicar uma goleada e seguraram um pouco”, afirmou o ex-atacante.

Para a disputa do terceiro lugar, Edmundo defende mudanças drásticas para que o Brasil caia de pé, e torce pela Argentina contra a Holanda.

“Tem que ir diferente. O Brasil jogou seis jogos mal, ganhou de ninguém, só mesmo de seleções que não tem expressão. Tem que ter uma mudança radical de atitude. Estou torcendo para que a Holanda vença para sairmos de cabeça em pé. Quero a Argentina no sábado”, declarou.

Ídolo do Vasco, Edmundo polemiza ao falar sobre goleada da Alemanha

Em relação ao comando da seleção, Edmundo pede mudanças e afirma que será necessário uma renovação dentro da CBF. O ex-jogador não é contra a contratação de um técnico estrangeiro.

“Tem um monte de gente antiquada na seleção, temos que trazer jovens. Não sou contra técnicos estrangeiros, tem que ser o melhor dentro das possibilidades, mas não pode ser um cara que vai chegar aqui e engessar os jogadores. Não precisamos de gente que vive de passado. Com todo o respeito ao Felipão e Parreira, os últimos trabalhos deles são muito ruins. Já não somos mais tão superiores como éramos antes”, concluiu o ex-atleta.(Rádio Globo)

Postar um comentário

0 Comentários