Perto do Flamengo, Eduardo da Silva se despede do Shakhtar Donetsk

Depois de anunciar a contratação do meia argentino Hector Canteros, do Velez Sarsfield-ARG, o Flamengo está quase acertado com o atacante brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva. Nesta segunda-feira, recebeu uma homenagem no site oficial do Shakhtar Donetsk, que publicou uma carta sua e agradeceu por todo o tempo de serviços prestados ao clube em português e em inglês. O jogador estava na equipe desde 2010, e seu contrato com o Rubro-Negro terá a duração de 18 meses. O anúncio oficial deverá ser feito apenas após a realização dos exames médicos.

– Chegou ao fim a parceria entre o Shakhtar Donetsk e Eduardo. O futebolista brasileiro naturalizado croata passou quatro anos no elenco dos “mineiros”. Ao longo desse tempo ele não apenas acabou ganhando o carinho e o respeito dos torcedores, mas conquistou todos aqueles que tiveram a oportunidade de conversar pessoalmente com ele pelo menos uma vez. Eduardo é uma pessoa muito culta, erudita e sensível. Até no momento de sair do Shakhtar o atacante permaneceu fiel a si mesmo: ele enviou uma comovente carta ao clube e pediu para a exibir no site. Publicamos o texto literalmente (confira no fim da reportagem).

Perto do Flamengo, Eduardo da Silva se despede do Shakhtar Donetsk
Perto do Flamengo, Eduardo da Silva se despede do Shakhtar Donetsk

Eduardo da Silva disputou a Copa do Mundo deste ano pela Croácia, que por sinal ficou no mesmo grupo que o Brasil. Durante o Mundial, o atacante se encontrou com Felipe Ximenes no hotel onde a seleção croata estava concentrada, na Zona Sul de São Paulo. Na ocasião, tanto o dirigente como o atacante negaram que o teor da conversa fosse um possível interesse do Rubro-Negro na sua contratação. Aos 31 anos, o jogador será o segundo reforço adquirido pelo clube visando a sequência da temporada desde as chegadas do técnico Ney Franco e do diretor executivo Felipe Ximenes.

Confira, na íntegra, a carta de Eduardo da Silva:

“Para mim, foi uma grande honra representar um clube tão fantástico. Estou orgulhoso por ter feito parte de uma equipe que, durante a minha estada, foi quatro vezes campeã do país. E gostaria de aproveitar a ocasião para agradecer às pessoas que têm desempenhado um papel especial na minha vida.

Primeiro de tudo, ao presidente Akhmetov por ter me dado esta oportunidade e por acreditar no meu talento. Ao professor Lucescu, que me orientou, me deu a chance de jogar e de ganhar com um grupo tão excelente de jogadores.

A todos os meus companheiros de equipe, especialmente o nosso capitão Darijo. A sua amizade e dedicação constantes, dentro e fora do campo, serão sempre muito importantes para mim.

Finalmente, e mais importante, aos torcedores. Eu sempre senti e dei valor ao apoio de vocês. Graças a vocês, eu me senti um membro da família Shakhtar desde o primeiro minuto do meu primeiro jogo pelo clube. E por isso eu serei sempre grato.

Gostei muito do tempo que passei em Donetsk. E desejo apenas o melhor para o clube e para o país.

Calorosas saudações,
Eduardo”

Globo Esporte

Postar um comentário

0 Comentários