Trabalho de Ney Franco começa a ser questionado no Flamengo, mas técnico pede paciência para time começar 'colher frutos'.

O saldo de Ney Franco no Flamengo até agora: Seis jogos completados. Nenhuma vitória. Nos bastidores da Gávea, comenta-se que já existem cobranças internas com relação o trabalho do treinador que assumiu o cargo em maio passado no lugar de Jayme de Almeida e ainda não conseguiu vencer.

Os questionamentos surgem principalmente pelo fato do técnico ter tido 30 dias para preparar a equipe para o retorno do Campeonato Brasileiro, e o que se viu contra o Atlético-PR na quarta foi um time ‘mal das pernas’, no final derrota por 2×1. Embora o presidente Eduardo Bandeira de Mello, que acompanhou parte do treinamento do Flamengo na última sexta-feira no CT Ninho do Urubu preferisse ficar em silêncio o que se sabe é que o trabalho de Ney Franco já é questionado internamente no Flamengo. O próprio Ney Franco analisa a situação:

“Acho natural as cobranças em relação a resultado. Qualquer treinador, em qualquer clube, quando tem sequência de resultados negativos, e no meu caso são seis jogos, seu trabalho pode ser colocado em xeque. Só não gostaria que esse jogo do Atlético-PR fosse o único para avaliar o trabalho dos 30 dias. Então, a gente tem o do Internacional e o clássico do Botafogo, vamos continuar com esse projeto a longo prazo”, disse Ney Franco, que busca equilíbrio no comando do time, ao mesmo tempo em que demonstra ciência de que uma nova derrota poderá trazer consequências drástica para continuidade do seu trabalho frente a equipe.

Ney Franco já estaria na corda-bamba no Fla

“A gente sabe que a leitura do nosso trabalho é sempre o resultado dentro de campo. E a gente não está conseguindo os resultados. Mas a expectativa é de continuar trabalhando. Prefiro entrar no campo das vitórias contra Inter e Botafogo para a gente continuar no projeto a longo prazo do Flamengo”, concluiu o técnico Ney Franco.

Postar um comentário

0 Comentários