Flamengo enxerga mercado ucraniano como solução para se reforçar

Flamengo enxerga mercado ucraniano como solução para se reforçarA diretoria do Flamengo vem sendo pressionada por Vanderlei Luxemburgo para contratar reforços antes do dia 14, quando chega ao fim o período de transferências internacionais. O diretor de futebol Felipe Ximenes segue fazendo contatos pela América do Sul, mas sem muito sucesso. Após o insucesso na tentativa de ter Robinho, os dirigentes flamenguistas tentam encontrar uma luz no fim do túnel para agradar à comnissão técnica e aos torcedores, insatisfeitos com a lanterna no Campeonato Brasileiro e o risco de rebaixamento. Esta luz pode ser o futebol ucraniano.

Essa semana a diretoria começou a intensificar e até abriu negociações com alguns jogadores brasileiros que atuam na Ucrânia. O país vive risco de guerra por conta de movimentos separatistas e alguns atletas estariam receosos com o conflito. O meia Diego Souza(FOTO), por exemplo, foi procurado. Ele está no Brasil fazendo tratamento e não se apresentou ao Metalist.

O meia está ouvindo algumas propostas, inclusive existem outros clubes brasileiros na frente do Flamengo, que encontraria problemas para arcar com os salários do jogador. O meia Fred, que se destacou pelo Internacional, é outro na mira. Ele defende o Shakhtar Donetsk e também gostaria de voltar ao Brasil. O Flamengo enfrenta a concorrência do Colorado, que apresentou proposta de empréstimo até o fim do ano que vem.

O Rubro-Negro tenta junto a alguns investidores viabilizar a opção de comprar parte dos direitos federativos do atleta e negocia com o empresário do meia, Alexandre Lima. O clube ucraniano pagou cerca de R$ 40 milhões para tirar o jogador do Internacional e isso torna a transação cara.

Até mesmo Wellington Nem foi procurado. O atacante, que também tem os direitos federativos ligados ao Shakhtar Donetsk, deseja voltar ao Brasil, ainda mais porque não conta com a simpatia da comissão técnica local. Porém, os flamenguistas foram informados por representantes do atleta que em caso de retorno ao país o Fluminense teria a prioridade.(IG)

Postar um comentário

0 Comentários