About Me

header ads

Tocida Jovem do Flamengo proibida de frequentar estádios

Tocida Jovem do Flamengo proibida de frequentar estádios

A Justiça concedeu uma liminar após a ação imposta pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) que determina a suspensão da Torcida Jovem do Flamengo por um ano. A proibição se estende para qualquer estádio de futebol no país. Caso a medida não seja cumprida, terá que pagar a multa de R$ 20 mil por integrante identificado ou por evento, além da retirada do local da partida.

O Juizado do Torcedor e Grandes Eventos também proibiu a Torcida Jovem Fla também de utilizar marcas, logotipos, camisas, instrumentos musicais e músicas que façam alusão à presença da organizada num raio de 5 km do local de realização dos eventos esportivos. A ação civil  foi instaurada pela promotora de Justiça Glícia Pessanha Viana Crispim, que apura atos de violência ocorridos antes da partida entre Macaé e Flamengo, no dia 31 de janeiro, que aconteceu no Estádio Moacyrzão, pela primeira rodada do Campeonato Estadual.

Na ocasião, um grupo de torcedores invadiu o vestiário do Macaé, furtou equipamentos esportivos do clube e agrediu alguns jogadores, como Ricardo Berna. Segundo informações do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), foram os integrantes da organizada realizaram a invasão, como mostraram vídeos postados na internet. O inquérito ainda cita episódios ocorridos no clássico entre Flamengo e Botafogo, no dia 1º de março, na estação de metrô de São Cristóvão.

Conforme o relato, um integrante da Torcida Jovem do Flamengo foi preso portando uma arma de fogo e drogas. A Torcida Jovem do  é a terceira organizada suspensa no Rio de Janeiro. Na semana passada, o Juizado do Torcedor e Grandes Eventos acatou a denúncia do MP-RJ, que pedia a suspensão por um ano, em todo o território nacional, das torcidas Young Flu e Força Jovem do Vasco.

Postar um comentário

0 Comentários