Flamengo se movimenta no mercado e sonda Robinho e Pato; Petros e Diego também surgem como opções.

Pato: entre os nomes pretendidos pelo FlamengoO diretor de futebol Rodrigo Caetano foi ontem a São Paulo e retornou ao Rio nesta sexta-feira pela manhã. Rodrigo disse em conversa com Sérgio Américo, repórter que cobre o dia a dia do Flamengo para Super Rádio Tupi, que estava intensificando contatos. Em relação aos jogadores de São Paulo, Américo pôde levantar que o Flamengo já comunicou a Robinho, através da advogada dele Marisa Alija, que o clube aceita fazer um contrato de no máximo três anos com salário de R$ 800 mil.

Contrato de cinco anos como foi proposto pelo atacante está fora de cogitação. Robinho tem contrato com o Santos até junho e a diretoria do clube paulista tenta acertar parcerias para pagar sete meses do salário do direito de imagem que estão em atraso. A advogada do jogador quer que o Flamengo ofereça garantias bancárias.

Sobre o atacante Alexandre Pato informações dão contra que ele quer jogar no Flamengo. Ele tem contrato de empréstimo como São Paulo até 31 de dezembro e os direitos estão vinculados ao Corinthians até o final de 2016. Pato ganha um salário em torno de R$ 800 mil- 50% são pagos pelo São Paulo e os outros 50% pelo Corinthians, mas a parte do Corinthians, Pato não recebe há sete meses, uma dívida que já passou de R$ 4 milhões.

A estratégia do Flamengo é conseguir a liberação do São Paulo e assumir a dívida do Corinthians com o jogador mediante a cessão de um percentual dos direitos de Alexandre Pato, a partir daí definir o contrato com o Flamengo até o final do ano que vem. O problema é que entre os dirigentes, Pato não é unanimidade.

Em relação a Petros do Corinthians, o empresário do jogador Alexandre Garcia disse que a proposta inicial do Flamengo não agradou. Além disso, o Corinthians pretende vender o jogador na metade desse ano. O destino pode ser o futebol italiano ou espanhol. O Corinthians quer fazer caixa a partir da venda do atleta. Na semana passada, Petros disse que pretende permanecer no Corinthians.

Em relação o meia Diego, ex-Santos e que tem contrato com o Fenerbahce-TUR até 2017. O pai do jogador que administra a carreira do filho, Djair Ribas disse que até agora não foi procurado pelo Flamengo.

O vice de futebol Alexandre Wrobel garante que não há negociação nesse sentido, mas o que se sabe é que ele possa surgir na Gávea. Diego, ex-Santos recebe um alto salário vem tendo problemas de atraso nos vencimentos e desde 2012, Diego sempre figurou em lista de possíveis reforços para o Flamengo.

Por: José Loiola Neto.

Postar um comentário

0 Comentários