Flamengo segue na busca de Petros e Robinho; Guerrero é sonho e Sheik não deve vir.

Petros interessa ao Flamengo

Conforme o gerente de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano é possível que até o final do mês não se tenha novidade quanto a contratações. Rodrigo Tostes, vice de finanças conversou com o repórter Sérgio Américo que cobre o dia a dia do Rubro Negro para a Super Rádio Tupi-Rio e informou que o Flamengo tem dinheiro em caixa para investir, mas tem que ser tudo feito dentro da possibilidade do clube. Abaixo, algumas situações relacionadas a nomes que podem pintar na Gávea para o restante da temporada:

ROBINHO

O Flamengo, dentro da realidade financeira do clube ainda sonha com o atacante e já disse o que pode prometer ao jogador: salário em dia, coisa que no Santos, até o momento ele não vem tendo. O Peixe deve vários meses de contrato, há quem diga que são sete meses de atraso salarial referente a contrato de imagem do atleta. O Flamengo já avisou no entanto que não tem condição de fazer um contrato de cinco anos como querem o pai e a advogada de Robinho, além disso também não topa pagar salário mensal de R$ 800 mil, conforme proposto no começo das tratativas visando sua transferência para Gávea. O contrato com o Santos vai até o dia 30 de junho.


PETROS

O meio campo tem 50% do passe vinculado ao Corinthians, que pede R$ 6,5 milhões. O Flamengo não deve pagar essa quantia, por sinal, exorbitante dentro da realidade atual do futebol brasileiro. O Flamengo já pediu a redução do valor e o time paulista ainda não respondeu. Segundo consta, Petros já teria se acertado com o Flamengo em relação a salários.

EMERSON SHEIK

Após o Corinthians anunciar que não renovará contrato com o atacante passou a se falar da sua ida para Gávea, mas por enquanto nada, não há até agora nada concreto. O jogador, talvez não tenha o perfil da atual diretoria do Flamengo. Em 2009, Sheik saiu fazendo juras de amor ao clube, mas acabou seduzido por oferta de R$ 11 milhões. Na época ele disse: “dinheiro para mim não é problema, eu quero ficar aqui até o final da minha carreira”, porém seis meses depois um dirigente de futebol de um clube do mundo árabe ofereceu R$ 11 milhões e ele foi embora.

Sheik: difícil retorno à Gávea

PAOLO GUERRERO

O peruano é um sonho, a exemplo de Robinho. No entanto para Guerrero renovar com o Corinthians, o contrato que termina em 15 de julho, ele quer R$ 18 milhões na mão e R$ 500 mil de salário por mês. Esse patamar para o Flamengo é impossível. O clube já avisou que não pagará um alto salário, apenas dá garantia ao atleta que de ele receberá em dia, o que não vem acontecendo no Corinthians. Rodrigo Tostes, vice de finanças do Flamengo disse nesta quinta que o clube não depositou R$ 2 milhões na conta de Guerrero como chegou a ser comentado na imprensa. Para o jogador vir para a Gávea ganhará um bom salário, mas os R$ 18 milhões que ele vem pedindo ao Corinthians, dificilmente o Flamengo vai pagar.

Por: José Loiola Neto- Notícias/Flamengo.

Postar um comentário

0 Comentários