About Me

header ads

Flamengo confirma saída do atacante Alecsandro, que vai para o Palmeiras. Cristóvão Borges quer reposição para o ataque e outras posições.

Flamengo confirma saída do atacante Alecsandro, que vai para o Palmeiras. Cristóvão Borges quer reposição para o ataque e outras posições. Apesar de o técnico Cristóvão Borges ter ventilado a possibilidade de o atacante Alecsandro atuar na partida contra a Chapecoense amanhã no Maracanã, pela sexta rodada do Brasileirão, uma situação pegou a todos de surpresa nesta sexta. Após uma reunião no hotel que serve de concentração para o clube na Barra da Tijuca, aonde Alecsandro através de seus representantes e a diretoria do Flamengo chegaram a um acordo e decidiram antecipar a liberação do atleta para o Palmeiras.

Em princípio, somente no próximo domingo a reunião seria realizada, mas acabou antecipada, sobretudo, por causa do mal estar gerado após as declarações de Alecgol depois da derrota para o Cruzeiro, na última quarta no Mineirão. Na oportunidade, o jogador disse que não era sua pretensão deixar o clube. Hoje após conversarem as partes entraram em consenso e a diretoria decidiu de maneira prematura liberar o atleta. Assim, Alecsandro fica a vontade para negociar os últimos detalhes da sua contratação com o Palmeiras.

Alecsandro, 34 anos(04/02/1981), chegou ao Flamengo no começo do ano passado, realizou 73 partidas e assinalou 32 gols com a camisa rubro-negra. A saída de Alecsandro confirmada gera mais um problema para o técnico Cristóvão Borges montar a equipe que enfrenta a Chapecoense. O técnico Cristóvão Borges era contra a saída de Alecsandro.

Ele acredita que apesar do trabalho do ex-técnico Vanderlei Luxemburgo que gostava de trabalhar com elenco enxuto, hoje com 28 jogadores no elenco profissional, fora os jogadores do time sub-20, o treinador considera o número insuficiente, dessa maneira, é provável que o clube vá ao mercado para trazer jogadores para lateral direita, zaga de área, caso Samir acerte com a Udinese e venha a ser mais um jogador a deixar o Flamengo, além do setor de ataque e o tão sonhado camisa 10.

Por: José Loiola Neto

Postar um comentário

0 Comentários