About Me

header ads

Corpo nas águas da Mesa de Pedra: Mãe sem esperanças de que filho possa estar vivo

Por José Loiola Neto/Notícias de Elesbão Veloso

Tristeza e pouca esperança em ter o filho vivo. É o sentimento e sensação que nos passou agora pouco a dona de casa  Maria Telma Alves da Silva, mãe do professor de informática e autônomo Elias Adriano, desaparecido nas água da barragem Mesa de Pedra, no começo da tarde deste domingo(23/2).

- Infelizmente ele se afogou por volta de 1h da tarde e até bem pouco tempo não havia chegado lá nem polícia nem corpo de bombeiros. A gente está aqui desesperada. Tem gente que não está acreditando, mas a pessoa que cai na água 1h da tarde e não sai e possível está vivo?, acho difícil.

Mais cedo, em conversa com Capitão Santos, comandante da PM na região Vale do Sambito, que se encaminhava para o local da ocorrência, tendo em vista coletar as primeiras informações acerca do trágico acontecimento, informou que o corpo de bombeiros deveria estar chegando de Teresina no começo da noite a Mesa de Pedra, porém, as buscas pelo corpo só deverá ocorrer nesta segunda-feira(24/2) pela manhã.

O clima na família é de tristeza, conforme Telma, acrescentando que sua mãe, avó de Elias Adriano, muito doente nos últimos dias está inconsolável. Enquanto isso, um dos irmãos de Elias, o lavrador Francisco De Assis se encaminhou para a barragem Mesa de Pedra, tendo em vista acompanhar os desdobramentos em relação o resgate do corpo.

Água em abundância na Mesa de Pedra. 


Postar um comentário

1 Comentários